SAÚDE MENTAL CONTOU COM INOVAÇÃO NO ATENDIMENTO EM 2018

SAÚDE MENTAL CONTOU COM INOVAÇÃO NO ATENDIMENTO EM 2018

 

Com o objetivo de aproximação dos núcleos de atendimento á saúde mental, a Secretaria de Saúde implantou em 2018 uma nova ação, conhecida como matriciamento. Sob a responsabilidade do CAPS, o matriciamento é uma das principais estratégias desenvolvidas para articular a rede de cuidados em saúde mental.

 

 

Apoio Matricial ou Matriciamento, é uma nova forma de gestão em saúde na qual duas ou mais equipes, num processo de construção coletiva do cuidado, criam uma proposta de intervenção pedagógica-terapêutica.

 

Este modelo de atenção busca romper com a forma hierarquizada com que os sistemas de saúde vêm se organizando, substituindo a prática dos encaminhamentos, referência, protocolos, centro de regulação, por uma ação horizontalizada, ou seja, nivelada, onde os profissionais de diversos campos do saber construam em conjunto uma estratégia de cuidado focado no usuário.

 

 

 

Em 2018, a ação foi realizada em Guaíra, semanalmente, nas Unidades Básicas de Saúde e contou com a participação dos profissionais da saúde que compõe a Equipe de Referência da Atenção Primária, como médicos, dentistas, auxiliares administrativos, técnicos de enfermagem, enfermeiros juntamente com os profissionais do CAPS I (Centro de Atenção Psicossocial), a assistente social, Ana Lúcia, o médico, Tiago Canali e a enfermeira Tatiane Mazuco.

 

 

Além das Unidades Básicas de Saúde as equipes envolvidas no apoio matricial também realizaram trabalhos na Unidade Materno Infantil Paulo Celinski, na Unidade de Pronto Atendimento - UPA e no Hospital Assiste Guaíra.

 

 

Ana Lúcia Tormen, Assistente Social do Caps I explica o objetivo desse trabalho, "O matriciamento em Guaíra visa capacitar, unificar todos os profissionais que são envolvidos no tratamento de saúde mental, que atuam no nível dos cuidados primários ou básicos de saúde, assim como os de saúde mental que com eles interagem. Durante o tratamento, trabalhamos os problemas da área da saúde mental, através de reuniões, discussões de caso, realização de planos de cuidados para pacientes, mantemos contatos à distância, fazemos visitas domiciliares, consultas em conjunto com o CAPS e Atenção Primária além de propagar uma educação permanente em saúde mental. Importante ressaltar que no momento do matriciamento, toda a equipe da UBS participa, não acarretando sobrecarga, mas sim, trabalho conjunto e continuado", exemplifica Ana Lúcia.

 

Para 2019 o cronograma de apoio matricial será mantido semanalmente das Unidades Básicas de Saúde.